Síndromes de febre recorrente em pacientes após recuperação de Síndrome de Kawasaki

A recorrência de febre em uma criança com história de síndrome de Kawasaki (SK) representa um dilema para os médicos que devem considerar a possibilidade de SK recorrente. Em um estudo realizado pela Universidade de San Diego da Califórnia, foram apresentados os casos de 4 pacientes que tiveram sintomas clássicos de SK, foram tratados com sucesso com imunoglobulina intravenosa e, posteriormente, tiveram um reaparecimento de sintomas inflamatórios em um padrão consistente com uma síndrome febril recorrente.

A associação dessas síndromes no mesmo paciente sugere que alguns pacientes podem ter uma propensão genética para respostas imunes alteradas e síndromes autoinflamatórias. Este estudo propõe que essas duas síndromes existem dentro de uma família de distúrbios febris relacionados à desregulação imunológica inata.
Pediatria 2011; 127: e489 – e493

Artigo original em Inglês (pdf)

Artigo em Português (pdf) – Síndromes de Febre Recorrente em Pacientes após Recuperação da Doença de Kawasaki

AUTORES:
Lori Broderick, MD, PhD(
a), Adriana H. Tremoulet, MD(a), Jane C. Burns, MD(a), John F. Bastian, MD(a,b), Hal M. Hoffman, MD(a,b,c)

a) Departamento de Pediatria, Universidade da Califórnia em San Diego e Hospital Infantil Rady, San Diego, Califórnia;
b) Divisão de Alergia e Imunologia, Universidade da Califórnia em San Diego e Hospital Infantil Rady, La Jolla, Califórnia
c)
San Diego Branch, Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer, La Jolla, Califórnia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *