Perda Auditiva Neurossensorial após Doença de Kawasaki

Magalhães, Cristina M.R. MD, PhD, Magalhães Alves, Natália R. MS, Oliveira, Karina Maria A. MD, Silva, Isabella M.C. MD, PhD, Gandolfi, Lenora MD, PhD e Pratesi, Riccardo MD, PhD relacionaram problemas de Perda Auditiva Neurossensorial como um efeito colateral em algumas crianças que tiveram Síndrome de Kawasaki.

Segundo eles, “A doença de Kawasaki (DK) é uma vasculite sistêmica aguda, de etiologia desconhecida, na qual a principal complicação é a arterite coronariana. A perda auditiva neurossensorial (PANS) também tem sido descrita como uma complicação desse transtorno. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de PNS em pacientes com DK e determinar a possível anormalidade causal, correlacionando os achados com a prevalência de complicações cardíacas, com o uso de gamaglobulina e com os resultados de exames laboratoriais.

(…)10 (25%) dos 40 pacientes desenvolveram aneurisma coronariano, e 22 (55%) relataram perda auditiva nos primeiros 30 dias (…)

A PANS foi mais prevalente que as complicações coronarianas. Uma associação significativa foi encontrada entre PANS persistente, embora muitas vezes não observada inicialmente, com uma presença prolongada de trombocitose, anemia e alta taxa de sedimentação de eritrócitos e o uso tardio de administração intravenosa de imunoglobulina após os primeiros 10 dias de doença.”

Fonte: https://journals.lww.com/jclinrheum/Abstract/2010/10000/Sensorineural_Hearing_Loss__An_Underdiagnosed.4.aspx

acessado em 11/11/2018

Artigo traduzido:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *